Instituto José Maciel

Depoimentos

Estatísticas do Site

Membros : 696
Conteúdo : 636
Links da Web : 6
Visualizações de Conteúdo : 899549

Pessoas Online

Nós temos 20 visitantes online


Solar Caxanga por Anderson Tavares

E-mail Imprimir PDF

Em 1850, o Coronel da Guarda Nacional Estevão José Barbosa de Moura (1810-1891), deputado provincial, presidente da Província do RN por três vezes, construiu a primeira ponte sobre o Rio Jundiaí e abriu a estrada Macaíba / Natal, via Mangabeira, tudo por conta própria. Terminou a contrução de um casarão moldado em estilo Colonial Português, para sede da sua Fazenda Barra (primeira denominação de Caxangá).

Fato é que, a Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante, em sessão do dia 20 de fevereiro de 1850, tomou conhecimento da representação do mesmo Coronel Estevão, ao presidente da província, contra seu vizinho da Fazenda Coité. (hoje Macaíba) Capitão Francisco Pedro Bandeira de Melo, o qual possuia sua casa em lugar central no Largo das Cinco Boca; onde atualmente uma loja de móveis ocupa o espaço. É que o capitão estreitara a estrada que desce para o porto de Coité. Em 28 de fevereiro de 1850, a Câmara, tendo em vista a informação do fiscal, ordenou que Bandeira de Melo recuasse a cerca do Coité.

Leia mais...
 

Segunda Guerra

E-mail Imprimir PDF
 




 

Última atualização ( Qua, 22 de Dezembro de 2010 17:03 )
 

RECORDACAO DE UM GRANDE AMIGO

E-mail Imprimir PDF

Alfredo Mesquita Filho ou, como era geralmente chamado, Mesquita, é o quarto filho do casal Alfredo Adolfo de Mesquita, alto comerciante e fazendeiro em Macaíba, neste estado e de Dona Ana Olindina de Mesquita, de prendas domésticas, prima legítima de seu pai.

Conheci Mesquita quando foi residir em Macaíba, pois o mesmo havia chegado de Recife, onde fazia seu curso superior. O seu pai, necessitando de seus serviços na firma comercial, mandou chamá-lo para assumir a gerência da mesma.
Fui trabalhar na firma Alfredo Mesquita & Cia., a maior daquela cidade, onde passei 14 anos.

Morei durante esse tempo em companhia de Mesquita, tendo encontrado no mesmo um verdadeiro irmão, compreensivo, prudente e leal. Nunca houve entre nós a menor discussão ou aborrecimento. Era um verdadeiro líder da rapaziada daquela época, pois sempre havia muitas festas e bailes aos quais comparecia toda a sociedade macaibense, sem distinção de cor política. Também nesses eventos, Mesquita era estimado por todos. Tinha inúmeros amigos, velhos e moços. Daquela época faziam parte das festas e dos bailes, além de minha pessoa, cito os amigos Francisco Cabral da Silva, Manoel Pereira dos Santos e João Meira Lima.

Leia mais...
 

Pedro Juvenal Teixeira de Carvalho

E-mail Imprimir PDF

 

Walfredo Dantas Gurgel

E-mail Imprimir PDF

Períodos Legislativos da Quarta República
1963-1967


Walfredo Dantas Gurgel
Nascimento: 2/12/1908
Natural de: Caicó   - RN
Filiação: Pedro Gurgel do Amaral e Oliveira
e  Joaquina Dantas Gurgel
Falecimento: 4/11/1971

Profissões
Sacerdote

Mandatos
Deputado Federal  -       1952 a 1952
Deputado Federal  -       1946 a 1951
Deputado Federal  -       1951 a 1952
Deputado Federal  -       1953 a 1954
Senador  -       1963 a 1966

Última atualização ( Dom, 05 de Fevereiro de 2012 23:25 )
 
JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL
 Natal/RN - Brasil,