Instituto José Maciel

Depoimentos

Estatísticas do Site

Membros : 477
Conteúdo : 620
Links da Web : 6
Visualizações de Conteúdo : 809421

Pessoas Online

Nós temos 49 visitantes online

Senador Eloy de Souza

E-mail Imprimir PDF

 

Francisco Pinto de Abreu

E-mail Imprimir PDF

Francisco Pinto de Abreu, era formado pela faculdade de Direito do Recife em 1892, na turma de Alberto Maranhão e Agusto Tavares de Lyra. Em 1895 foi nomeado Diretor da Instrução Pública e do Atheneu, logo em seguida foi Juiz de Ceará-Mirim. Retornou para o Cargo da Instrução em todos os Governos seguintes da República Velha, onde reformulou todo o ensino público Estadual, inplantando os Grupos Escolares durante o mandato de Alberto Marnhão. Foi ainda Consultor Juridico do Estado tendo seguido os amigos Tavares de Lyra e Alberto Maranhão durante o rompimento com Ferreira Chaves. Foi casado com Maria Suzana de Moura, de ilustre familia potiguar, e senhora o engenho Ferreiro Torto Dr. Pinto de Abreu pertencia a varias instituições culturais do Estado, tendo colaborado em inumeras publicações de poesia e história. Faleceu no Recife em 11 de julho de 1951.

 

Walfredo Dantas Gurgel

E-mail Imprimir PDF

Períodos Legislativos da Quarta República - 1963-1967

    Walfredo Dantas Gurgel
    Nascimento: 2/12/1908
    Natural de: Caicó   - RN
    Filiação: Pedro Gurgel do Amaral e Oliveira
                 e  Joaquina Dantas Gurgel
    Falecimento: 4/11/1971

   Profissões
     Sacerdote

   Mandatos
     Deputado Federal  -       1952 a 1952
     Deputado Federal  -       1946 a 1951
     Deputado Federal  -       1951 a 1952
     Deputado Federal  -       1953 a 1954
     Senador  -       1963 a 1966

Walfredo Dantas Gurgel (Caicó, 2 de dezembro de 1908 – Natal, 4 de novembro de 1971) foi um sacerdote católico e político brasileiro com atuação política no Rio Grande do Norte, estado do qual foi governador.

Filho de Pedro Gurgel do Amaral e Oliveira e Joaquina Dantas Gurgel. Sempre filiado ao PSD foi eleito deputado federal em 1945 e suplente de deputado federal em 1950 chegando a exercer o mandato mediante convocação. Em 1960 foi eleito vice-governador do Rio Grande do Norte na chapa de Aluizio Alves, cargo ao qual renunciou após ser eleito senador em 1962. Em 1965 venceu a disputa pelo governo potiguar, última disputa pelo voto direto até 1982. Ávido opositor da Intentona Comunista em 1935, chegou ao título de Monsenhor em sua carreira eclesiástica. Faleceu vítima de embolia pulmonar.

Biografia
Pelas 16 horas do dia 2 de dezembro de 1908, numa quarta-feira, na residência situada à Rua Felipe Guerra, nº 537, nascia um menino que, no mesmo dia, foi registrado com o nome de Armando Dantas Gurgel, dado à luz no lar de seus pais, o professor Pedro Gurgel do Amaral e Oliveira e Joaquina Dantas Gurgel.

Pedro Gurgel do Amaral e Oliveira nasceu no dia 16 de agosto de 1879, na fazenda São Bento no município de Caraúbas, filho de Vicente Gurgel do Amaral e Joana Francisca Romana. Muito jovem foi matriculado no Atheneu Norte-Riograndense, em Natal, onde conquistou com brilhantismo o seu diploma de Aluno Mestre. Foi nomeado Professor Público na cidade de Caicó, onde chegou aos 5 de março de 1899. Foi diretor do Grupo Escolar "Senador Guerra" desde a sua fundação, em março de 1909, até 28 de fevereiro de 1918, quando requereu sua primeira e última licença do Magistrado.

Leia mais...
 

Juvenal Lamartine de Faria

E-mail Imprimir PDF
Períodos Legislativos da Primeira República - 1927-1929

    Juvenal Lamartine de Faria
    Nascimento: 9/8/1874
    Natural de: Serra Negra   - RN
    Filiação: Clementino Monteiro de Faria
                 e  Paulina Umbelina dos Passos
    Falecimento: 18/4/1956

   Histórico Acadêmico
     Secundário     Ateneu Norte- Rio-grandense
     Direito     Faculdade de Direito do Recife

   Cargos Públicos
     Juiz de Direito em Acari     
     Vice-diretor do Ateneu Norte- Rio-grandense     

   Profissões
     Advogado
     Magistrado
     Juiz de Direito
     Jornalista

   Mandatos
     Vice-governador  -       1903 a 1904
     Deputado Federal  -       1906 a 1911
     Deputado Federal  -       1912 a 1914
     Deputado Federal  -       1915 a 1920
     Deputado Federal  -       1921 a 1923
     Deputado Federal  -       1924 a 1926
     Senador  -       1927 a 1928
     Governador  -       1928 a 1930



   Trabalhos Publicados
     - Patriarcas Seridoenses.
     - Velhos Costumes do Meu Sertão. Reedição.
     - Fundação José Augusto; Natal, 1965.
 
 Natal/RN - Brasil,