Instituto José Maciel

Depoimentos

Estatísticas do Site

Membros : 467
Conteúdo : 617
Links da Web : 6
Visualizações de Conteúdo : 762870

Pessoas Online

Nós temos 48 visitantes online

Comenda “Professor Onofre Lopes da Silva

E-mail Imprimir PDF

Sinto-me não somente honrado como também emocionado ao receber a Comenda “Professor Onofre Lopes da Silva” que me foi outorgada por esse egrégio Conselho Regional de Medicina. Essa Comenda não é apenas um prestigioso título honorífico. É bem mais do que isso. Representa a dignificante aprovação do órgão de classe à atividade do profissional que dedica sua vida ao exercício da Medicina pautando-se por critérios éticos, com zelo e compenetração e suas responsabilidades individuais e sociais.

Devo dizer que logo após a minha graduação em Medicina pela UFRN realizei estágios e cursos de pós-graduação, aprimorando meus conhecimentos em Radiologia – a especialização médica que escolhi – em instituições de renome nacional situadas no Rio de Janeiro como a Santa Casa da Misericórdia, a Pontifícia Universidade Católica, o Departamento de Hemodinâmica da Real e Benemérita Sociedade Portuguesa de Beneficência, o Serviço de Hemodinâmica do Hospital Aloysio de Castro e a Clínica Radiológica Luiz Filippe Mattozo. Além desses cursos e estágios, e mais importante do que todos eles, ouso afirmar, tive o privilégio de contar com a orientação experiente e com as lúcidas diretrizes deontológicas de meu pai, José Jorge Maciel, em cujo exemplo de vida procuro espelhar-me, embora sabendo o quanto é difícil a tarefa de igualá-lo em qualquer dos incomuns aspectos humanos e profissionais que o distinguiam e dignificavam.

Por sinal, transcorre neste mês de outubro o centenário de seu nascimento. É uma data, para mim, com forte, densa, inigualável conotação emocional. Sinto ainda a sua presença amiga e paternal inspirando os meus atos e as minhas atitudes, os meus projetos de vida e, principalmente, as minhas convicções mais íntimas e determinantes. A ele devo, em última análise, a crença na relevância humana da minha profissão. E, por isso mesmo, em razão dele é que firmei o propósito de conduzir adiante, expandindo-se, mas sempre fiel ao ideal que o originou, aquele que é o seu empreendimento maior – o Instituto de Radiologia de Natal. Acredito que assim agindo presto ao meu pai, simbolicamente, a homenagem mais significativa e duradoura ao alcance de minhas mãos e de minha sensibilidade.

Destaco que sempre reverenciei a atuação desse nobre e importante órgão que, em harmonia com o Conselho Federal, normatiza o exercício da profissão e vela pela observância dos princípios que regem a prática da Medicina, em favor dos próprios médicos, dos pacientes e da sociedade em geral. Comungo do pensamento de que um bom médico não é aquele que reúne maior volume de conhecimentos ou de experiência profissional. Esse requisito é, sem dúvida, indispensável. Há outros, no entanto. O espírito de solidariedade e de humana compreensão com relação ao sofrimento dos que precisam de atendimento médico. O respeito às peculiaridades de cada caso, tendo em vista a interferência de vários fatores, que podem envolver aspectos técnico-científicos ou até mesmo questões morais, religiosas ou políticas, exigindo diferenciações de relacionamento e tratamento. E acima de tudo – a ética – que deve sempre direcionar a análise e avaliação de todas as alternativas e de todos os procedimentos, bem como fundamentar todas e quaisquer decisões. A ética é a pedra-de-toque da legitimidade do comportamento de indivíduos e de grupos em qualquer plano de atividade humana e, especialmente, na área do exercício profissional de Medicina, em que estão em jogo a saúde e a vida das pessoas.

Quero compartilhar a satisfação e o regozijo pela escolha do meu nome para a concessão de tão elevada honraria com minha esposa, Neide e meus filhos Íngrid, Maciel Neto e Felipe, os dois últimos também profissionais da Medicina, com a mesma opção pela Radiologia feita por meu pai e por mim.

Agradeço ao médico psiquiatra e brilhante intelectual Dr. Rubens dos Santos Silva a indicação do meu nome para outorga da Comenda que neste momento, sensibilizado, recebo. O Dr. Rubens, estamos todos lembrados, engrandeceu, durante duas décadas, com sua inteligência, cultura e honradez, a imagem do nosso Conselho Estadual e da própria Medicina do Rio Grande do Norte na qualidade de conselheiro federal representante do nosso Estado.

Estendo meus agradecimentos a todos os conselheiros que generosamente me consideraram com méritos para ser agraciado com a Comenda que tem, para ainda mais valorizá-la, o nome do idealizador e fundador da Universidade Federal do Rio Grande, o médico e ex-Reitor Dr. Onofre Lopes da Silva.

Comprometo-me a permanecer fiel, na continuidade de minha trajetória profissional, aos valores éticos que são indispensáveis, essenciais para o bom e correto desempenho da atividade médica. Valores que me foram transmitidos, em grande parte, por meu pai e que acredito já haver transmitido aos meus filhos. Esse compromisso se fundamenta no profundo respeito que tenho pela condição humana e na disposição de me colocar a serviço tanto do meu semelhante, seja qual for a sua condição econômica e social, como das melhores causas que beneficiem o nosso Estado e o nosso país.

Muito obrigado a todos.

 

 
 Natal/RN - Brasil,