Instituto José Maciel

Depoimentos

Estatísticas do Site

Membros : 469
Conteúdo : 617
Links da Web : 6
Visualizações de Conteúdo : 774562

Pessoas Online

Nós temos 46 visitantes online

Dr. Creso Bezerra de Melo

E-mail Imprimir PDF

Dados biográficos:

          Nasceu em São José de Mipibu, Estado do Rio Grande do Norte, no dia 26 de abril de 1914, sendo filho de Severino Bezerra de Melo e Judith Bezerra de Melo.

          Fez seus estudos primários a princípio naquela cidade, concluindo-os em Natal, a partir de 1922.

          Em 1930, terminou seu Curso de Madureza, tendo, no ano seguinte, 1931, ingressou na Faculdade de Medicina do Recife.

          Formou-se em Medicina no ano de 1936 (dezembro), já casado com d. Iracema Guedes de Souzan natural de Santa Cruz.

Leia mais...
 

Dr. Ari Vasconcelos Galvão

E-mail Imprimir PDF

ARI VASCONCELOS GALVÃO

          Nasceu em Currais-Novos-RN no dia 08.03.1931. Filho de Otoniel Lopes de Vasconcelos Galvão e Ana de Vasconcelos Galvão. Nesta cidade fez seus estudos primários.

          Em 1942 veio para Natal como aluno interno no Colégio Marista, onde estudou as três primeiras séries do ginasial, tendo concluído este curso no Ateneu Norte-rio-grandense.

          Em 1946 ingressou no colégio Salesiano de Recife-Pe, onde cursou o científico.

          Em 1949 fez Vestibular, sendo aprovado na Faculdade de Medicina do Recife, onde graduou-se em 1955. No inicio de 1956 foi trabalhar em Cerro-Corá, como médico do SESP. Neste mesmo ano casou-se com Lucy Brito com quem teve dois filhos, Luciana e Ari Júnior.

Leia mais...
 

Dra. Etelvina Dulce Antunes de Lemos Carvalho

E-mail Imprimir PDF

Dra. Etelvina DULCE Antunes de Lemos Carvalho.

  • Filiação: Des. Vicente Lemos Filho / Etelvina Antunes de Lemos.
  • Nascimento: 19-05-1916
  • Foi professora da Escola Normal.
  • Funcionaria do Itamarati.
  • Cursou a Faculdade de Medicina do Recife e colou grau em Dezembro de 1954.
  • Exerceu a especialidade de Ginocologia e obstetricia.
  • Foi radioterapeuta do Hospital do Cancer cujo Diretor era o Dr. Luiz Antonio.
  • Foi chefe do Ex-IAPN e depois, do IAPC.
  • Faleceu em Lisboa em 35-05-1971.
  • Tinha como hobby a pintura.
 

Lembrando Dr. Sérgio Guedes da Costa

E-mail Imprimir PDF

LEMBRANDO DR. SÉRGIO GUEDES DA COSTA

Artigo do Professor: Carlos Ernani Rosado Soares

Em 26 de maio de 1990 o Rio Grande do Norte perdia uma das figuras mais ilustres do seu meio médico, com o falecimento do Dr. Sergio Guedes da Costa, aos 83 anos de idade. Nascido na cidade de Taipu-RN, formou se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1933, tendo sido seus colegas aqui do RN os Drs. Anderson Dutra, Antonio Mota, Elpidio Fernandes, Duarte Filho, Euclides Fernandes Gurjão e Silvino Lamartine.

Clinicou inicialmente em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, e, após breve passagem por Pernambuco no combate a febre amarela, retornou a Natal, em 1941. Na terra capixaba teve fugaz incursão pela política, tendo sido vereador na cidade de Rio Pardo. A política jamais voltou a seduzi-lo, embora tivesse sido Delegado do antigo Partido Social Democrático, mais para atender seu primo Senador João Câmara. Sem exercer militância, era entretanto profundamente preocupado com a problemática social, ansiando pela justiça em favor dos menos favorecidos.

Atuou na Legião Brasileira de Assistência e no antigo IAPETC, e chegou a ocupar vários cargos inclusive o de Diretor Geral do Departamento de Saúde Publica. Na década de 40, atuou ainda como Tenente Medico do Exercito Brasileiro. Sempre teve seu consultório particular, muito solicitado, inicialmente na Ribeira, e posteriormente na Cidade Alta, e, nos seus últimos anos em sua própria residência.

Sergio Guedes era muito estudioso, mantinha-se sempre atualizado e compareceu a inúmeros cursos e congressos, tanto aqui como em Recife, Rio e São Paulo. Era um clinico de grande discernimento, e dominava bem a gastroenterologia, a infectologia e a cardiologia. Sem os recursos de que hoje dispomos, seus diagnósticos eram precisos e admirados ate por colegas de centros maiores. Foi reconhecido como Membro Honorário da Sociedade Brasileira de Biologia, em 1946. Indicado e aprovado para ser Professor Catedrático de Clinica Propedêutica Medica quando da fundação da Faculdade de Medicina de Natal, sua grande modéstia fê-lo desistir por não se achar qualificado para as funções, um evidente excesso de autocrítica.

Muito respeitado no seio da classe médica e na população, Sergio era um homem austero, mas muito ameno no trato. Tocava amadoristicamente o violão e o acordeom, e tinha no xadrez a sua grande paixão. Era um jogador acima da média, e participou de varias competições. Adorava jogar as chamadas “partidas relâmpago” onde a técnica exigia uma rapidez de raciocínio considerável, e nas quais ele era um craque consumado. Desaparecia ai o profissional sério e surgia o jogador espirituoso a brincar com o adversário e isso eu vi muitas vezes.

Os pais de Sergio Guedes eram viúvos e traziam filhos dos matrimônios anteriores, valendo dizer que ele tinha irmãos por parte de pai, de mãe, e de pai e mãe! Casou-se com sua prima Eliezer (Zizinha), que lhe sobrevive e teve os seguintes filhos: Sérgio, Gustavo (falecido em acidente), Ana Maria, Sílvio e Ricardo, este formado em Medicina aqui em Natal... Minha homenagem a um vulto singular de nossa Medicina que dignificou a profissão e a um cidadão honrado e integro.

 
 Natal/RN - Brasil,