Instituto José Maciel

Depoimentos

Estatísticas do Site

Membros : 485
Conteúdo : 626
Links da Web : 6
Visualizações de Conteúdo : 836544

Pessoas Online

Nós temos 56 visitantes online

Solar Caxanga por Anderson Tavares

E-mail Imprimir PDF

Em 1850, o Coronel da Guarda Nacional Estevão José Barbosa de Moura (1810-1891), deputado provincial, presidente da Província do RN por três vezes, construiu a primeira ponte sobre o Rio Jundiaí e abriu a estrada Macaíba / Natal, via Mangabeira, tudo por conta própria. Terminou a contrução de um casarão moldado em estilo Colonial Português, para sede da sua Fazenda Barra (primeira denominação de Caxangá).

Fato é que, a Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante, em sessão do dia 20 de fevereiro de 1850, tomou conhecimento da representação do mesmo Coronel Estevão, ao presidente da província, contra seu vizinho da Fazenda Coité. (hoje Macaíba) Capitão Francisco Pedro Bandeira de Melo, o qual possuia sua casa em lugar central no Largo das Cinco Boca; onde atualmente uma loja de móveis ocupa o espaço. É que o capitão estreitara a estrada que desce para o porto de Coité. Em 28 de fevereiro de 1850, a Câmara, tendo em vista a informação do fiscal, ordenou que Bandeira de Melo recuasse a cerca do Coité.

Leia mais...
 

Segunda Guerra

E-mail Imprimir PDF
 




 

 

Dra. Anadil Vieira Roselli

E-mail Imprimir PDF

Anadil Vieira Roselli (Cadeira No. 96)
Membro Titular

Secção de Ciências Aplicadas à Medicina

Cadeira No. 96 - Patrono: Rodolpho Albino Dias da Silva
Eleito: 27/07/1995 - Posse: 13/09/1995 - sob a Presidência de Rubem David Azulay
Saudada por: Francisco Fialho
Antecessor: Onofre Ferreira de Castro
Falecida: 15/04/2012

Nasceu em 9 de dezembro de 1918, em Natal, Rio Grande do Norte.

Filha de Anilda Vieira Roselli e de Alberto Roselli, líder católico, deputado, advogado e jornalista (Diretor do jornal Diário de Natal). Perdeu a mãe antes de completar um ano de idade e foi criada pela tia Maria Cristina. A educação básica primária se fez em casa, com professores particulares. Em 1934, terminado o ginásio, transferiu-se com seu irmão para o Rio de Janeiro.

Em março de 1935, iniciou o curso pré-médico e, em 1936, foi aprovada no exame vestibular. Graduou-se pela Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil (1941).

Durante o curso médico, frequentou o Serviço de Dermatologia e a Enfermaria de Cirurgia Geral, do Hospital Estácio de Sá, hoje, Hospital da Policlínica Militar. No quarto ano da Faculdade, interessou-se pela Anatomia Patológica, sendo nomeada monitora da disciplina. Em 1941, prestou concurso para Laboratorista Auxiliar e passou em primeiro lugar. Permaneceu nessa função até 1947, quando foi trabalhar no Hospital do Servidores do Estado, recém-inaugurado.

Leia mais...
 

Pedro Juvenal Teixeira de Carvalho

E-mail Imprimir PDF

 
 Natal/RN - Brasil,